Otávio está a uma ação decisiva de atingir novo máximo na carreira

Otávio está a uma ação decisiva de atingir novo máximo na carreira

Médio aponta ao melhor registo ofensivo da carreira no regresso a uma casa onde foi feliz.

Salvo algum imprevisto de última hora, Otávio fará este domingo o 42.º jogo pelo FC Porto na presente temporada, cimentando o estatuto de "maratonista": no plantel, não há jogador com mais partidas somadas em 2021/22. Nem Mbemba...

Em simultâneo, terá o desafio de bater a melhor marca pessoal no que a produção ofensiva diz respeito: já marcou por cinco vezes e fez 12 assistências esta época, igualando os números de 2020/21, e está a uma ação decisiva de chegar às 18 participações diretas em golos, que representariam um novo máximo na carreira. Tudo com a motivação de atuar numa casa onde foi feliz, o Estádio D. Afonso Henriques.

Otávio foi emprestado pelo FC Porto ao V. Guimarães em janeiro de 2015, mas só na época seguinte virou indiscutível nos vimaranenses, então sob o comando técnico de... Sérgio Conceição. Seis tentos e oito passes para golo em 27 encontros carimbaram o regresso do "Baixinho" ao Dragão, para a equipa principal, na altura orientada por Nuno Espírito Santo.

Quis o destino que, em 2017, Otávio voltasse a encontrar Conceição. A partir daí, a importância do camisola 25 subiu a pique: com Sérgio no leme, o luso-brasileiro leva 196 jogos de azul e branco e reservou lugar na Seleção.

No que toca a registos pessoais, é de referir que Otávio pode, ainda, superar o máximo de jogos realizados numa época como profissional - 48, em 2019/20. Para isso, precisa de atuar nos sete duelos que o FC Porto tem até ao final do campeonato, contando, ainda, que os dragões garantam uma vaga na final da Taça de Portugal.