"Os jogadores sabem o que não fizemos e o que não nos deixaram fazer"

"Os jogadores sabem o que não fizemos e o que não nos deixaram fazer"

Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, após a derrota em Braga, 1-0, na 31ª jornada da Liga Bwin.

Estratégia do Braga surpreendeu? "Normal, não controlamos a estratégia do adversário. Sabíamos o comportamento padrão e as características do jogadores, a estratégia não podemos controlar, temos é de arranjar forma de tornear as situações para ganharmos. Criámos ocasiões suficientes para ganhar, já o empate sentia que era curto. Na primeira parte houve duas situações do Braga, mas acho que chegámos sempre com perigo. Na primeira parte faltou-nos um bocadinho de variabilidade no último terço, mais ritmo e velocidade. Mesmo com pouco espaço devíamos aproveitar fragilidades defensivas do Braga e não conseguimos. Na segunda parte, há o golo do Braga, temos antes uma situação, depois criámos e podíamos ter concluído. Não fomos eficazes e sofremos esta derrota. Os jogadores sabem o que não fizemos e o que não nos deixaram fazer. O resultado é este. Estamos aqui, a lutar, temos três finais pela frente."

Saída de Evanilson e avançar Pepê: "Faltava-nos mudança de ritmo com e sem bola, sempre que éramos mais agressivos na pressão, o Braga meteu a bola fora ou tinha dificuldades. Mesmo nós com bola, iniciámos a nossa construção, os nossos avançados estavam muito na linha do adversário. O Pepê estava algo inseguro na linha defensiva, estava a desgastar-se na qualidade com bola e o Evanilson, não estando muito inspirando, optei por avançar o Pepê."