Celta de Vigo oficializa contratação de Marchesín

Celta de Vigo oficializa contratação de Marchesín

Emblema espanhol anunciou o guarda-redes argentino, que assinou um contrato válido por três anos, ou seja, até 2025.

O Celta de Vigo oficializou esta terça-feira a contratação de Agustín Marchesín ao FC Porto. O guarda-redes deixa os "dragões" em definitivo, tendo assinado com o emblema espanhol um contrato válido por dois anos, mais um de opção, ou seja, 2025.

O clube galego, sabe O JOGO, aceitou pagar um milhão de euros ao FC Porto para garantir o internacional argentino no imediato.

O desejo de tentar entrar na corrida por um lugar no grupo da Argentina que vai disputar o Campeonato do Mundo do Catar, entre novembro e dezembro, pesou na opção de Marche, mesmo sabendo que Sérgio Conceição contava com ele até ao final da época, altura em que ficaria com o passe na mão. Até por isso a operação não poderia ser concretizada nos moldes anunciados por uma parte da imprensa internacional, já que os dragões não poderiam incluir num acordo de cedência uma cláusula de compra por um ativo que estava em final de contrato.

Certo é que, com esta venda, congelada durante uns dias devido à disputa da Supertaça Cândido de Oliveira, a sociedade azul e branca baixa a folha salarial do plantel em mais de quatro milhões de euros brutos.

Com a venda de Marchesín ao Celta, o FC Porto já se encontra no mercado à procura de mais um concorrente para Diogo Costa, Cláudio Ramos e Francisco Meixedo (será o titular da equipa B).