"Número ideal? Se perguntar a todos os treinadores se calhar vão dizer o mesmo..."

"Número ideal? Se perguntar a todos os treinadores se calhar vão dizer o mesmo..."
Vanda Pinto

Tópicos

Sérgio Conceição, em antevisão ao jogo frente ao Braga (sábado, 21h00), foi questionado sobre o número de jogadores que tem à disposição no plantel - neste momento 33.

Quem parte mais forte na luta pelo título? "Só falo do FC Porto. E o FC Porto é a equipa que toda a gente vai querer ganhar, é o campeão nacional. Os candidatos são os candidatos históricos, falei do Braga... Toda a gente parte da mesma forma, o decorrer do campeonato ditará quem é o mais forte. Todos vão querer ganhar ao campeão nacional, vão estar com ambição e determinação grandes. Nós, como grande clube que somos, habituados a conquistar o primeiro lugar, vamos ter essa responsabilidade. Não quero atribuir favoritismos a ninguém. Nós somos candidatos, mas somos sempre, a conquistar títulos".

Plantel ainda com 33 jogadores. Qual é o número ideal? "O número ideal depende. Temos o Marcano, vai estar parado alguns meses, se o grupo tiver mais um jogador além dos 25 típicos, não é por ai. Depende muito das circunstâncias. Do que possa ser a nossa avaliação. 25, 26, 27, depende do treinador, do clube. Mas 33 são muitos jogadores, o que acaba por ser mais prejudicial para o trabalho diário e preparação dos jogos do que benéfico. Se perguntar a todos os treinadores da I Liga se calhar vão dizer o mesmo".

Pandemia pode afetar a competição? "Vai ser adiado um jogo, já está a influenciar. Mas não há culpados. Temos é de perceber que estamos a viver ambiente e situação que não é fácil para ninguém. Para a DGS de certeza que não será também. Dava para uma conversa mais longa, mesmo sobre o público nos estádios. Mas não quero entrar por aí".