Novidades na númeração das camisolas do FC Porto 2020/21

Novidades na númeração das camisolas do FC Porto 2020/21

Tópicos

Destaque para os reforços e para as mudanças nos guarda-redes

Marchesín é agora o número 1 do FC Porto, herdando o número que era de Casillas. O guarda-redes argentino, recorde-se, estreou-se na temporada passada com o 32 nas costas. Mas, as mudanças não ficam por aqui, já que Diogo Costa passa a utilizar o número que Vítor Baía celebrizou no FC Porto, ou seja, o 99. Na época transata, o jovem guarda-redes era o 31. Destaque ainda para o facto de Taremi ser o 9, sendo que aqui foi Aboubakar que acedeu a dar número favorito do iraniano.

Zé Luís, Aboubakar, Tomás Esteves e Diogo Queirós ainda não foram inscritos na Liga de Clubes e falham o jogo com o Braga. A opção do FC Porto acaba por confirmar a posição em que os quatro se encontram, mais próximos de sair do que de ficar. Aliás, o número de Aboubakar, o 9, já foi para Taremi, por decisão do camaronês. Isto não significa que algum esteja vetado e Sérgio Conceição pode até pedir a inscrição de qulquer jogador já na próxima semana. Mas este é, nesta altura, o ponto de situação.

Nakajima, Cláudio Ramos e Luis Díaz, que não podem jogar contra o Braga, foram, ao contrário dos colegas, já registados. Fora da lista estão ainda Marcano e Mbaye, por estarem a recuperar de lesões prolongadas

Guarda-redes
1 - Marchesín
99 - Diogo Costa
14 - Cláudio Ramos
71 - Meixedo

Defesas
2- Tomás Esteves
15 - Carraça
18 - Manafá
3 - Pepe
19 - Mbemba
4 - Diogo Leite
13 - Alex Telles
12 - Zaidu

Médios
22 - Danilo
6 - Loum
8 - Uribe
21 - Romário Baró
27 - Sérgio Oliveira
25 - Otávio

Avançados
17 - Corona
10 - Nakajima
7 - Luis Díaz
11 - Marega
9 - Taremi
29 - Soares
30 - Evanilson
23- João Mário
50 - Fábio Vieira

NOTÍCIA ATUALIZADA ÀS 23h47