Militão abusou das horas e fica de fora do jogo com o Tondela

Militão abusou das horas e fica de fora do jogo com o Tondela
André Morais / António M. Soares / Carlos Gouveia

Tópicos

O brasileiro foi visto numa discoteca além do horário permitido na companhia de Luizão, da equipa B. Conceição não fura as regras, independentemente da importância do jogador, e excluiu-o

Éder Militão não joga esta noite em Tondela. O brasileiro furou o regulamento disciplinar do FC Porto e vai ser castigado por ter abusado nas horas numa saída noturna esta semana. Com Sérgio Conceição, as regras são iguais para todos e o treinador decidiu, por isso mesmo, excluir o brasileiro do importante desafio desta noite, ainda que não considere o abuso grave o suficiente para que o castigo se mantenha por tempo indeterminado. Ainda sem confirmação, é certo, mas o jogador deve voltar às opções logo depois do jogo desta noite. Mas Conceição terá oportunidade de falar sobre o assunto na conferência de Imprensa após o jogo de hoje.

Ao que O JOGO apurou, Éder Militão comemorou o aniversário do amigo e colega Luizão, atualmente no FC Porto B e com quem privou no São Paulo, antes da mudança de clube e país. A comemoração acabou por se esticar além das horas convenientes a um atleta profissional, com a passagem por uma discoteca da cidade. O FC Porto foi informado, questionou os jogadores e agiu em conformidade com o regulamento disciplinar do clube, de acordo também com as regras que Conceição impõe a todos. Militão nem viajou para Viseu, onde a equipa já pernoitou ontem. É a sexta baixa na equipa. Soares está castigado, Aboubakar, Marega e Danilo lesionados e Jorge também a contas com problemas disciplinares, mas a treinar na equipa B.

Sem o brasileiro, Pepe deve regressar ao eixo da defesa, para fazer dupla com Felipe, mantendo-se Wilson Manafá sobre a direita, ele que tão boa conta do recado deu contra o V. Setúbal.

Neste problema disciplinar, Luizão também deve ser castigado, embora a equipa B só jogue no domingo e o caso possa ter um enquadramento diferente, até porque o treinador é outro e a decisão será, essencialmente, de Rui Barros.

De acordo com alguns rumores que correram ao fim do dia, Galeno terá sido também visto na companhia de Militão e Luizão, mas neste caso a informação carece de confirmação, pois o Rio Ave não tinha, ontem à noite, conhecimento de qualquer situação anómala.