Juary lembra Viena: "Ninguém acreditava que voltasse a jogar futebol"

Juary lembra Viena: "Ninguém acreditava que voltasse a jogar futebol"

Declarações de Juary à margem do jantar que assinala os 35 anos desde a conquista da Taça dos Campeões Europeus, em Viena. Brasileiro foi o autor do golo da vitória, por 2-1, frente ao Bayern.

A conquista: "Não fui eu que entrei para a história do FC Porto, nós entrámos para a história, esse grupo maravilhoso de jogadores extraordinários, que antes de serem jogadores eram homens, amavam, tinham prazer de vestir essa camisola. Sinto-me muito orgulhoso e honrado por estar ao lado desses senhores."

Reencontro: "Há quase 11 anos que não via esse povo, para mim é um momento inesquecível. Agradeço a Deus, a eles e ao FC Porto por esse momento."

Marcou o golo da vitória: "Sem sombra de dúvidas que foi o melhor momento da minha carreira, porque vinha de um período difícil em Itália, no Inter de Milão. Praticamente ninguém acreditava que voltasse a jogar futebol de alto nível. Vencer a Taça dos Clubes Campeões foi um prémio, a coroação de um trabalho que estava a ser feito há alguns anos. Mérito de Pinto da Costa, de Artur Jorge, daquela equipa técnica. Quanto à equipa, não tinha campo, não tinha lugar, não tinha tempo, não tinha estágio, qualquer lugar era para jogar pelo FC Porto."