Jornalista suíço acusa Fernando Madureira de conduta racista no FC Porto-Young Boys

Jornalista suíço acusa Fernando Madureira de conduta racista no FC Porto-Young Boys

David Lemos aponta ao líder dos SuperDragões, claque do FC Porto.

O jornalista suíço David Lemos acusou Fernando Madureira de ter dirigido insultos racistas a Jean-Pierre Nsame, quando o avançado do Young Boys bateu o penálti que resultou no único golo da equipa suíça frente ao FC Porto, no Estádio do Dragão.

"Ontem [quinta-feira] no Porto, ouvimos claramente o líder dos ultras do FC Porto a gritar por duas vezes com o seu micro 'macaco!' para Jean-Pierre Nsame no momento em que ia marcar o penálti. As sanções serão impostas pelo clube contra esse indivíduo ou pela UEFA contra o clube? Digam-me que sim", referiu o jornalista do canal RTS no Twitter, completando com uma segunda publicação:

"Para as pessoas que me insultam onde quer que possam me encontrar desde esta manhã e/ou me respondem 'é o apelido dele': é um pouco artesanal, mas aqui está a sequência", assinala David Lemos, a acompanhar um vídeo do momento do alegado insulto.

O líder da claque SuperDragões já reagiu aos comentários de David Lemos. "Isso não faz sentido nenhum. O meu apelido é macaco! O macaco sou eu!", disse Fernando Madureira ao JN. "Toda a gente me conhece por macaco. Até no Canelas o nome que aparece nas costas da minha camisola é macaco. Nos códigos eletrónicos e nas redes sociais é igual", afirma o jogador do Canelas, garantindo não ter "nada a temer" sobre uma eventual sanção.

O FC Porto bateu o Young Boys por 2-1 na primeira jornada da fase de grupos da Liga Europa.