Jorge Jesus também tinha interesse, mas Galatasaray dá 3 M€ e leva Sérgio Oliveira

Jorge Jesus também tinha interesse, mas Galatasaray dá 3 M€ e leva Sérgio Oliveira

Médio não contava e estava no mercado. SAD, além do encaixe, vai poupar 13,5 milhões de euros dos salários que lhe teria de pagar ate 2025. Jorge Jesus queria-o, mas é no rival de Istambul que o internacional português vai continuar a carreira. Será a quinta liga estrangeira que vai experimentar, mas fica sem competições europeias.

Está resolvido um dos casos que a SAD do FC Porto tinha neste defeso: Sérgio Oliveira, sabe O JOGO, já tem acordo com o Galatasaray (13º classificado da última liga turca), para onde se vai mudar a título definitivo. Os dragões encaixam no imediato três milhões de euros, um valor bem abaixo dos 13 M€ que estava fixado na opção de compra que a Roma não quis pagar.

Há ainda uma verba de 300 mil euros que podem entrar nos cofres portistas que estão dependentes de determinados objetivos.

Contudo, há ainda a ter em consideração - e isso tem um peso enorme nesta decisão - a poupança que o clube vai ter em salários. Aquando da última renovação de contrato, Oliveira subiu para o patamar dos mais bem pagos do plantel, custando à SAD qualquer coisa como 4,5 milhões de euros por temporada. Ora, com mais três anos de vínculo, as contas são simples: 13,5 M€ era quanto o FC Porto teria de pagar ao jogador se este cumprisse o contrato até a fim.

Sérgio Oliveira, de 30 anos, recorde-se, não recebeu ordens para se apresentar no Olival, no dia 1 de julho, num claro sinal de que Sérgio Conceição não contava com ele.

Desde o final da última época que o médio tem sido associado a vários clubes. José Mourinho admitiu publicamente que gostava de o manter na Roma, mas só se fosse por empréstimo. Wolverhampton, Valência e Nápoles também foram associados ao internacional português e Jorge Jesus tentou levá-lo para o Fenerbahçe. Será, porém, num dos grandes rivais de Istambul que Sérgio Oliveira vai continuar a carreira. O jogador deve viajar em breve para a Turquia a fim de realizar exames médicos, assinar e começar a trabalhar.

Depois de Mechelen, Nantes, PAOK e Roma, este será o quinto clube estrangeiro que Sérgio Oliveira representa.