Jogadores não agradeceram aos adeptos

Jogadores não agradeceram aos adeptos

Jogadores não gostaram de ouvir alguns assobios durante o jogo e no final recolheram aos balneários sem aplaudir aos adeptos

O FC Porto ganhou, os adeptos festejaram, mas os jogadores recusaram ir agradecer, fustigados por alguns apupos incómodos numa fase em que o jogo não corria de feição. Helton foi o exemplo mais flagrante: assobiado aos 87', quando assustou ao fintar Carlão, recolheu imediatamente ao balneário após o apito final.

À entrada do túnel, Vítor Pereira e o médico Nélson Puga indicaram-lhe o caminho da bancada para agradecer, mas o guarda-redes fez um gesto de recusa e de clara insatisfação. Os outros 10 jogadores também nem sequer levantaram os braços e, em passo apressado, saíram do campo e deixaram o treinador sozinho nessa intenção.

Para compensar os poucos adeptos que ainda esperavam qualquer coisa, Vítor Pereira ficou a aplaudir sozinho.