Sérgio Conceição: "Suplentes mais decisivos? Todos são tratados da mesma forma"

Sérgio Conceição: "Suplentes mais decisivos? Todos são tratados da mesma forma"

O rendimento dos suplentes foi justificado com o facto de todos os jogadores serem tratados da mesma forma, independentemente de serem titulares, ou não.

Sérgio Conceição deu pouca importância ao facto de estar para atingir o seu jogo 250, preferindo destacar a vontade de prolongar o bom momento da equipa.

Espírito de grupo: "A equipa está comprometida, viram a forma como em alguns jogos conseguimos ganhar os jogos. Os golos que podem ser obtidos no primeiro ou no ultimo minuto, mas lutamos sempre com esse objetivo. A equipa tem de jogar de forma agressiva, no bom sentido, para jogar de outra forma não está preparada. Ganhamos com golos aos 95, mas mais o importante é que a equipa estar focada e comprometida, que acredita até ao apito final".

Marca redonda: "Trabalhamos com confiança e com vontade conseguirmos a vitória. Ganhar o próximo jogo é o mais importante depois se coincide com uma marca... O mais difícil é prolongar o momento, estar ao mais alto nível e perder o menos pontos possíveis, depois se coincide com uma marca mais redonda a mim ultrapassa-me".

Trabalho com os suplentes: "Já disse que éramos a equipa com mais golos e assistências e os jogadores que entravam eram mais decisivos, porque o espírito é bom e porque é dada a mesma a importância a todos. Não há diferenças. Há os que jogam 90 minutos e no dia a seguir, se calhar, há um trabalho com os menos utilizados para que quando forem chamados possam dar a melhor resposta possível. Claro que ainda há as questões emocionais e os objetivos de cada um, compreendemos isso, mas eles também sabem que o mais importante é a equipa e nesse aspeto tenho um grupo fantástico".