"Selecionador do México devia agradecer ao FC Porto"

"Selecionador do México devia agradecer ao FC Porto"

Sérgio Conceição achou "ridículo" o facto do treinador do México, Juan Carlos Osorio, se ter mostrado preocupado com a condição física de alguns jogadores portistas

Renovação de Aboubakar: "Fico contente por ter renovado, era uma das prioridades do clube, renovar com um jogador com grande potencial e que pode ser útil à equipa no presente e no futuro."

Internacionais: "O Maxi ainda não chegou, os mexicanos chegaram de viagem e vieram diretamente para aqui, fizeram um treino ligeiro, de recuperação, olhando a esse desgaste vou ver os convocados."

Estreia na Taça de Portugal: "É muito importante. Para ganhar a Taça é preciso passar obstáculos e o maior obstáculo é o próximo, Estamos conscientes disso, não tiramos o pé do acelerador, vamos respeitar ao máximo o Lusitano. Penso que antes do jogo Chaves tinha dito a mesma coisa, a ausência dos internacionais condiciona imenso o trabalho que se faz aqui. Trabalha-se outras coisas, mas é diferente do que se faz quando todos estão presentes."

Herrera: "Dentro de qualquer sistema tem que existir uma dinâmica. Pode parecer simplista, mas é verdade. Dentro de um 4-4-2 pode haver várias nuances e tentamos que essas nuances criem desequilíbrios no adversário. No caso do Herrera, quando defendemos, tem o comportamento de um avançado, não de um médio. A estrutura e a base não mudam, mudam os jogadores em função da estratégia definida."

Selecionador do México traçou plano individual para o Reyes: "É ridículo. Temos um plano individual para cada jogador. O Reyes tem como todos os outros um plano para ele, com apoio de um fisiologista e um nutricionista. O treinador do México não pode esquecer que, no jogo em que os quatro jogadores do FC Porto atuaram, o Corona foi o melhor em campo, o Herrera fez um golo e o Layún uma assistência. Ficava-lhe melhor dizer obrigado ao FC Porto pelos jogadores. A imprensa do México pode pegar nas minhas palavras à vontade, não tem problema algum."