Regressou ao Dragão e admite: "Final com o FC Porto seria 'bacana' e especial"

Regressou ao Dragão e admite: "Final com o FC Porto seria 'bacana' e especial"
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Brasileiro perspetiva uma reta final de I Liga emocionante e não esconde que está a torcer pelo sucesso da ex-equipa, na qual vê Militão e Telles "a jogar a um bom nível" e a "fazer um bom papel na Europa"

Uma semana em Portugal com a seleção do Brasil permitiu a Danilo matar saudades das pessoas, do centro de treinos e até do estádio do FC Porto. O lateral-direito, que partiu em 2015 rumo ao Real Madrid, está agora no Manchester City, mas continua a acompanhar com atenção o ex-clube e vê na equipa de Sérgio Conceição capacidade para ultrapassar o Liverpool na Liga dos Campeões. O maior rival dos citizens na Premier League é forte, garante, mas um bom jogo dos dragões em Anfield (primeira mão) poderá ser um empurrão importante rumo às meias-finais. E se isso suceder, o internacional brasileiro de 27 anos, que vai defrontar o Tottenham na prova, não esconde que gostava de os encontrar na capital espanhola.

Como foi o regresso ao Porto?

-Foi especial. É sempre um lugar onde sou muito bem recebido, as pessoas tratam-me com bastante carinho e eu procurei retribuir da mesma maneira.

Que lhe pareceram as convocatórias de Éder Militão e de Alex Telles para a seleção do Brasil?

-Foram merecidas. Acompanho bem o FC Porto e acho que estão a jogar a um bom nível e a fazer um bom papel na Europa, que é o ponto-chave para ter uma avaliação.

Que hipóteses poderá ter o FC Porto frente ao Liverpool na Liga dos Campeões?

-A partir de agora não há adversários mais fracos ou mais difíceis; são praticamente todos do mesmo nível. Por isso acho que o FC Porto tem hipóteses [de vencer], assim como terá o Liverpool.

Já defrontou várias vezes o Liverpool. O que é que o FC Porto poderá explorar para vencer?

-Trata-se de uma equipa muito forte e tem vários pontos positivos, enquanto o FC Porto é uma equipa mesclada. Mas elaborando um bom plano e, principalmente, fazendo um bom jogo lá, tem hipóteses de passar.

Uma final com o FC Porto na Liga dos Campeões seria o ideal para si na Champions?

-[risos] Era bonito. Já me perguntaram a respeito disso e seria "bacana" e especial, sem dúvida nenhuma. Mas primeiro temos de derrotar o Tottenham.

A nível interno, o FC Porto e o Benfica estão empatados na liderança do campeonato. Pelo que tem visto, o que lhe parece que vai acontecer no final?

-Está muito indefinido. Parece-me que vai ser emocionante até ao fim, mas espero que o FC Porto vença.