"O FC Porto tem razão de queixa das arbitragens"

"O FC Porto tem razão de queixa das arbitragens"

António Sousa foi médio do FC Porto da década de 1980 que venceu a Taça dos Campeões, Intercontinental, Supertaça Europeia e vários títulos em Portugal.

António Sousa, ex-jogador do FC Porto, assume que este clássico é mais importante para os dragões, em especial depois da derrota caseira com o Arouca, partida que, no seu entender, teve momentos em que a culpa não foi dos jogadores. "O FC Porto tem razão de queixa das arbitragens. Ainda agora, com o Arouca, o FC Porto foi prejudicado. Houve uma situação de fora de jogo mal analisada pelo árbitro assistente e que prejudicou o FC Porto. Na altura, faria o 2-1 e tudo seria diferente", afirmou a O JOGO.

A verdade é que a 21ª jornada marcou a equipa portista e como se não bastasse o resultado e o caso Maicon, houve ainda a saída de Brahimi. Apesar do gesto de desagrado e das declarações de José Peseiro, na antevisão, António Sousa não tem dúvidas."Brahimi vai jogar. São situações anormais, que não deviam e nem podem acontecer, mas certamente o Brahimi foi repreendido e o problema está sanado. Portanto, acredito que o Brahimi vai jogar de início".

A derrota, Maicon e Brahimi qase apagaram o que prometia ser o assunto do jogo de hoje: o regresso de Maxi ao Estádio da Luz. O treinador não duvida de que o uruguaio saberá gerir um jogo especial. "Os assobios vão incentivá-lo ainda mais. É um jogador com uma grande qualidade, experiente e está preparado para jogar nos grandes palcos. Pelo carácter que tem, os assobios até vão motivá-lo ainda mais", concluiu António Sousa.