"Não foi azar, houve inocência"

O trinco do FC Porto não atribuiu a eliminação da Liga dos Campeões e a derrota em Madrid à sorte ou falta dela. A culpa, diz, foi dos erros cometidos.

A derrota e a eliminação: "Não foi azar, houve inocência e quando se sofrem golos "besta" paga-se caro".

O jogo em Madrid: "Não foi só aqui que perdemos a qualificação, foi em todos os outros jogos. Pecámos muito, mostrámos muita inocência. Estamos tristes porque queríamos ir longe".

Liga Europa: "O FC Porto é sempre candidato a titulos, desde que haja concentração e união de todos".

Renovação do contrato: "O meu empresário está a tratar disso, não depende só de mim".