Maxi é para renovar e fazer crescer Dalot

Maxi é para renovar e fazer crescer Dalot

Com a saída de Ricardo Pereira para o Leicester, Maxi pode ficar mais um ano no FC Porto, contribuindo ainda para o crescimento de Dalot. O sonho de jogar no Peñarol deve ficar adiado.

Apesar de estar em final de contrato com o FC Porto, Maxi Pereira pode continuar de dragão ao peito na próxima temporada. Segundo O JOGO apurou, o lateral-direito uruguaio entra nas contas de Sérgio Conceição para atacar o bicampeonato, mas para isso terá de baixar substancialmente o contrato. Caso aceite a renovação com o FC Porto, o contrato será de um ano.

Contratado em 2015, depois de oito épocas no Benfica, Maxi chegou a custo zero, é certo, mas tinha um dos salários mais altos do plantel do FC Porto. Aos 33 anos, e depois de três temporadas ao serviço dos portistas, Maxi contribuiu para a conquista do campeonato e mostrou toda a sua utilidade ao longo da época. A sua experiência foi importante em vários jogos, permitindo a Sérgio Conceição ter uma alternativa válida a Ricardo Pereira para o lado direito da defesa. Com a saída do internacional português para os ingleses do Leicester, a continuidade de Maxi torna-se importante até para ajudar no crescimento de Diogo Dalot, o jovem de 19 anos que é tido como o lateral-direito do futuro do FC Porto e do futebol português.

A continuidade no FC Porto também agrada ao jogador, até porque a família está feliz em Portugal e adaptou-se bem à cidade do Porto. Esse pode ser outro fator a jogar a favor da renovação. Aos 33 anos, o defesa até podia jogar com o facto de estar em final de contrato e de ser praticamente certa a sua presença no Campeonato do Mundo para tentar o último grande contrato da carreira, mas a verdade é que não está a colocar o dinheiro na lista de prioridades. O defesa prefere a estabilidade familiar, com a vantagem de poder jogar ao mais alto nível tanto em Portugal como na Liga dos Campeões.

A confirmar-se a renovação, fica, portanto, adiado o regresso ao futebol uruguaio. O Peãnrol, onde joga o ex-portista Cristian Rodriguez, está interessado e o defesa nunca escondeu que "é um sonho" jogar no clube de Montevideu, mas dificilmente será já na próxima época. Sebastián Taborda, antigo colega de Maxi no Defensor Sporting, é um dos responsáveis pela carreira do lateral-direito e já anunciou que existem vários pretendentes, mas a renovação com o FC Porto está em cima da mesa.

Dalot pode ganhar com a experiência de Maxi

A transferência de Ricardo Pereira para o Leicester abre as portas a Diogo Dalot. O promissor defesa demonstrou toda a sua utilidade no lado esquerdo, numa altura em que Alex Telles esteve lesionado, mas é para o lado direito que os responsáveis do FC Porto contam com ele. A recuperar de uma lesão no menisco externo do joelho direito, vai estar em condições na pré-temporada.