Lucho: promessa eleitoral no River Plate

Lucho: promessa eleitoral no River Plate

Dois candidatos à presidência do clube argentino anunciam o argentino para janeiro, mas é só promessa de campanha

O nome de Lucho está a ser usado pelos dois candidatos à presidência do River Plate. Rodolfo D'Onofrio e Antonio Caselli prometeram a contratação do argentino do FC Porto para reforçar a equipa em caso de vitória nas eleições de dezembro.

El Comandante surge ao lado de outros nomes como Fernando Cavenaghi (Pachuca) e Andrés D'Alessandro (Internacional). Mas O JOGO sabe que Lucho nem sequer foi abordado por qualquer um dos candidatos à presidência do emblema de Buenos Aires, pelo que desconhece qualquer tipo de interesse. O jogador continua a ser muito desejado pelo River Plate, onde jogou entre 2002 e 2005, ajudando a conquistar dois torneios Clausura em 2003 e 2004, antes de ser contratado pelo FC Porto.

Mas conhecendo-se o quanto o capitão dos azuis e brancos é importante na equipa de Paulo Fonseca, a hipótese de deixar o FC Porto nem se coloca e menos ainda no mercado de transferências de janeiro, quando a época tiver entrado na sua fase decisiva, pelo que as intenções dos dois candidatos à presidência do River nem sequer serão de considerar para a SAD azul e branca.

O objetivo do FC Porto passa, isso sim, por negociar uma renovação do vínculo que liga Lucho ao clube, assunto que será tratado a seu tempo e que Pinto da Costa disse recentemente a O JOGO depender apenas da vontade do jogador.