"Jogava dois meses de graça só para voltar a pisar o Dragão"

"Jogava dois meses de graça só para voltar a pisar o Dragão"

Sem pensar, para já, no regresso ao FC Porto, Lucho González admite, em entrevista ao Porto Canal, que gostaria de voltar a pisar o relvado do Estádio do Dragão.

Fim de carreira: "No dia em que a cabeça não acompanhar o físico, deixo o futebol. Continuo a desfrutar todos os dias de acordar para ir treinar. Ainda tenho mais um ano no Brasil, estou feliz lá. É uma experiência nova".

Novo regresso ao FC Porto? "Não sei. Desfruto de estar aqui na cidade, de ver estes dois jogos, de cumprimentar as pessoas, ver o Nuno como treinador".

Análise à equipa atual: "Tem estado bem. O último jogo foi daqueles que se precisa de ganhar mais na raça do que no jogo bonito. Vejo a equipa bem, os jogadores a conhecerem o clube em que estão, o treinador a passar as suas ideias. Ainda não será o futebol que o treinador quer e que todos gostaríamos de ver, mas o importante é que durante esse processo as vitórias continuem a aparecer".

Comando técnico dos dragões no futuro? "A minha cabeça diz que sou jogador. Digo à minha mulher que quando acabar o contrato no Brasil vou tentar falar com o presidente e dizer que jogava de graça aqui dois meses só para voltar a pisar o Dragão".

Regresso à cidade do Porto: "Quando deixar de jogar, se a minha ideia passar por estar ligado ao futebol, não tenho duvida de que vou tentar estar aqui no FC Porto".