Este encontro com Pinto da Costa marcou Hulk: "Até tinha algum medo de falar"

Este encontro com Pinto da Costa marcou Hulk: "Até tinha algum medo de falar"

Brasileiro concedeu uma entrevista ao Porto Canal.

Chegada ao FC Porto: "Lembro quando vim para o FC Porto, o Jesualdo deu uma entrevista em que lhe perguntaram se eu tinha condições para vingar, eu que era um desconhecido. Ele respondeu que os campos são os mesmos, as bolas também, só tinha de chegar e jogar o que sabia. Ele deu-me muita moral, ajudou-me muito. No pior momento que passei aqui, após o caso do túnel, ele foi muito importante. Mas essa desconfiança era normal. Vinha do Japão para um grande clube, por aqueles valores... Mas sempre gostei de desafios. No primeiro jogo, contra o Belenenses, entrei e fiz um grande golo e isso começou logo a mudar".

Jogo em Alvalade e palavras de Pinto da Costa: "Estava no hotel, à espera do elevador e quando vou a entrar cruzo-me com o presidente. Olhei sempre para ele com muito respeito, até tinha algum medo de falar. Ele perguntou se tinha dormido bem e disse que não sabia quem ia jogar, mas que algo lhe dizia que eu ia jogar e marcar. Vindo do presidente, uma pessoa tão importante, quando o professor deu a equipa e vi o meu nome, comecei a pensar... Será que o presidente já sabia ou sonhou? Fui com muita vontade e fiz aquele golo".