"É por eu querer ganhar que Vítor Pereira é o treinador"

"É por eu querer ganhar que Vítor Pereira é o treinador"

Com humor negro, presidente do FC Porto disse que nos Dragões de Ouro houve duas falhas programadas, "a vinda do Hulk e a minha condecoração a título póstumo que os médicos não permitiram".

Pinto da Costa encerrrou a Gala dos Dragões de Ouro, no Coliseu do Porto, agradecendo a presença de todos, numa jornada especial na vida do FC Porto: "Este dia, em que se galardoam os que mais se distinguiram no FC Porto, é sempre de emoções", disse o presidente dos dragões, para depois, num assomo de humor negro, como ele próprio reconheceu de sorriso nos lábios, contar o comentário que momentos antes fizera junto da sua mulher e que não evitou gargalhadas da plateia:

"Esta festa tem duas falhas programadas: a vinda do Hulk e a minha condecoração a título póstumo que os doutores do Hospital de S.João não permitiram. Mas espero que quando isso acontecer alguns de vós ainda estejam vivos".

Depois, o presidente do FC Porto evocou todos os homenageados e quando o fez em relação a Vítor Pereira não deixou de lhe dirigir algumas palavras:

"Ontem, dedicou-me a vitória no Estoril no meu jogo 1000, dizendo que eu gostava de ganhar mais do que ninguém. Mas quero dizer-lhe que por eu querer ganhar mais do que todos é que você [Vítor Pereira] é o treinador do FC Porto".

Recordemos os premiados:

Dirigente do ano: Dr. Paulo Nunes de Almeida

Funcionário do ano: Fernando Bandeirinha

Carreira: Cecília Matos

Técnico do ano: Vítor Pereira (futebol)

Atleta do ano: Hulk (futebol)

Futebolista do ano: Maicon

Atleta de alta competição do ano: Wilson Davyes (andebol)

Atleta amador do ano: Rui Manuel Costa (bilhar)

Revelação do ano: Gilberto Duarte (andebol)

Atleta jovem do ano: Tiago Ferreira (futebol)

Sócio/adepto do ano: Engº António Manuel Leitão Borges

Projecto do ano: FC Porto B

Recordação: Costa Soares