A roda do FC Porto precisou de tradução antes do "grito de guerra"

A roda do FC Porto precisou de tradução antes do "grito de guerra"

A habitual roda do FC Porto no final de cada jogo teve este sábado uma particularidade: Aboubakar, que após sete meses de ausência voltou a figurar na ficha de jogo, foi chamado a dirigir-se aos companheiros. [via Twitter FC Porto]

Ora, o camaronês só se sente à vontade a falar francês, pelo que a maioria dos elementos da roda teve de esperar pela tradução de Dembelé, um dos adjuntos de Sérgio Conceição