"Há um email, a pedido de Vieira, em que são enviados dados dos membros dos NN Boys"

"Há um email, a pedido de Vieira, em que são enviados dados dos membros dos NN Boys"

O diretor de comunicação e informação do FC Porto, Francisco J. Marques, falou no programa Universo Porto da Bancada do Porto Canal.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação e informação do FC Porto, abordou a relação entre o Benfica e as claques, salientando que os responsáveis do clube da Luz têm conhecimento dos dados dos membros dos No Name Boys.

"Este email refere-se a uma deslocação do Benfica a casa do Olhanense: número de bilhetes para os No Name Boys e Diabos Vernelhos. O Benfica está proibido de fornecer bilhetes porque as claques não estão legalizadas. Há vários emails assim. Outro caso, é a final da Taça de Portugal de futsal em que a FPF cede 1000 bilhetes ao Benfica. Desses 400 vão para a Casa do Benfica da Bairrada, 300 vão para os No Name Boys, 50 para o Paulo França", começou por referir.

"O Benfica diz que as claques não existem, mas em 2009 há um email em que são enviados ao Paulo Gonçalves, a pedido de Luís Filipe Vieira, os dados dos membros dos No Name Boys. Nome, data de nascimento... O Benfica sabe quem são os No Name Boys, só falta submeter ao IPDJ. Esta farsa das claques beneficia da cumplicidade do governo, do IPDJ. Se não conseguem acabar com isto, tenham a dignidade de demitirem-se. Não podem fazer crer que exercem os cargos quando não exercem. Há uma entidade superior ao Estado e não pode haver. O Benfica não se submete às leis da República. Nós vamos denunciar até o secretário de Estado do Desporto ganhar vergonha", rematou.