Francisco J. Marques reage: "Vou esperar que a justiça volte a ser cega"

Francisco J. Marques reage: "Vou esperar que a justiça volte a ser cega"

A SAD portista e Francisco J. Marques foram condenados a pagar 523 mil euros.

O Tribunal do Juízo Central Cível do Porto condenou parcialmente a SAD do FC Porto no caso dos e-mails do Benfica divulgados pelo diretor de comunicação do clube, Francisco J. Marques, no Porto Canal. A SAD do Dragão terá de pagar cerca de dois milhões de euros ao Benfica, que exigia um valor a rondar os 17 milhões de euros.

A SAD portista e Francisco J. Marques foram condenados a pagar 523 mil euros por danos patrimoniais emergentes e 1,4 milhões de euros por danos não emergentes. Foram absolvidos os administradores da estrutura profissional do futebol do FC Porto: Pinto da Costa, Fernando Gomes e Adelino Caldeira. A decisão é passível de recurso.

O diretor de informação e comunicação dos azuis e brancos reagiu nas redes sociais à sentença: "Os e-mails divulgados são genuínos, documentando efectiva correspondência trocada entre os respectivos remetentes e destinatários nos dias e horas neles consignados, com o exacto teor neles plasmado." Fui condenado por dizer a verdade. Vou esperar que a justiça volte a ser cega", escreveu no twitter.