Francisco J. Marques aponta dois lances das meias-finais da Taça e fala em "falta de vergonha"

Francisco J. Marques aponta dois lances das meias-finais da Taça e fala em "falta de vergonha"
Redação

Tópicos

Diretor de comunicação apontou ao lance de Corona no Ac. Viseu-FC Porto e falou numa "agressão que deveria ter sido punida com cartão vermelho" no Benfica-Famalicão.

Francisco J. Marques, diretor de informação e comunicação do FC Porto, recorreu esta terça-feira ao Twitter para assinalar dois lances dos jogos das meias-finais da Taça de Portugal, entre Benfica e Famalicão, e entre o Ac. Viseu e os dragões.

O dirigente dos azuis e brancos começa por referir a jogada em que os dragões reclamam uma grande penalidade por alegada falta sobre Coron e ataca o árbitro João Pinheiro. "Para João Pinheiro, este derrube claro e evidente não é penálti, o que é esclarecedor depois de recordar os penáltis que ofereceu ao Benfica na época passada. A responsabilidade é de quem sabe melhor do que todos nós estas coisas e lhe permite estes desempenhos", refere J. Marques, que logo depois aponta um lance entre Gabriel e Fábio Martins no Benfica-Famalicão, que as águias venceram por 3-2.

"Pouco antes, foi a vez de Hugo Miguel e Bruno Esteves deixarem escapar esta agressão que deveria ter sido punida com cartão vermelho. E eis como dois jogos das meias-finais da Taça explicam bem o futebol português e a falta de vergonha de quem enche a boca com verdade desportiva", remata o Francisco J. Marques.