Francisco J. Marques destaca email e fala em "estratégia montada" para os adeptos do FC Porto

Francisco J. Marques destaca email e fala em "estratégia montada" para os adeptos do FC Porto

O diretor de comunicação e informação do FC Porto, Francisco J. Marques, abordou a entrada dos adeptos do FC Porto no Estádio da Luz

O diretor de comunicação e informação do FC Porto, Francisco J. Marques, salientou um email de Rui Pereira, diretor de segurança do Benfica, para Domingos Soares de Oliveira, administrador da SAD do Benfica, e falou numa "estratégia montada" pelo clube da Luz para atrasar a entrada dos adeptos do FC Porto no Estádio da Luz.

"Estamos a falar de claques ilegais do Benfica. Estamos a falar de claques que já causaram duas mortes. As claques do Benfica estão ilegais com a cumplicidade do Benfica e as autoridades portuguesas, designadamente o governo. Têm sido conhecidos dados que comprovam o apoio irregular do Benfica às suas claques. Há uma série de emails que atestam esse apoio. Este email de 2009, enviado pelo senhor Rui Pereira para o Domingos Soares de Oliveira, com o conhecimento do Paulo Gonçalves. Havia uma estratégia montada para atrasar a entrada dos adeptos do FC Porto e foi instalada uma segunda linha de revista pelos spotters da PSP. Este email é uma vergonha para o responsáveis do Benfica, que promovem uma estratégia para demorar a entrada dos adeptos do FC Porto. Mas, mais grave, é a PSP de Lisboa colaborar com isto. Não há uma PSP em Lisboa e outra de Bragança. O Benfica não é um estado dentro do estado. É uma prática irregular da PSP que propositadamente impede o acesso no tempo normal aos adeptos do FC Porto. Vão dizer que é ilegítimo o acesso aos emails? Eu quero é que isto acabe. Isto envergonha qualquer país. O Governo tem de pôr mão nisto. E o secretário de Estado [do Desporto] que venha falar sobre isto, que abra o inquérito e que puna os responsáveis se se comprovar isto. Esperemos que nunca mais volte a acontecer. São adeptos que chegam lá ao Estádio da Luz com mais de uma hora de antecedência", atirou Francisco J. Marques no programa Universo Porto da Bancada do Porto Canal.