Folha: "Evanilson? Perguntei a Sérgio Conceição se me queria matar do coração"

Folha: "Evanilson? Perguntei a Sérgio Conceição se me queria matar do coração"
Cristina Aguiar

Tópicos

Treinador da equipa B do FC Porto falou sobre o avançado brasileiro após o importante triunfo frente ao Feirense.

Evanilson esteve este domingo em grande plano pelo FC Porto B, ao bisar no triunfo frente ao Feirense, resultado importante na luta dos dragões pela permanência na Liga SABSEG. O brasileiro, todavia, até esteve para entrar sábado no jogo da formação principal em Vila do Conde, o que o impediria de alinhar pela formação secundária.

António Folha foi questionado sobre este episódio e reagiu com boa disposição. "É normal que o mister Sérgio Conceição tenha olhar para o jogo dele. Brincámos um bocadinho um com o outro e perguntei-lhe se ele me queria matar do coração naquele momento. Acho que foi mais uma partida", afirmou, entre sorrisos.

"É de realçar essa simbiose entre nós para fazer o melhor pelo clube. Foi importante a conquista destes três pontos que nos dão alento para o próximo jogo", disse ainda o treinador, que falou depois do apoio dos adeptos no exterior do estádio. "O apoio foi importante. Os nossos adeptos eram menos, mas fizeram-se notar. Foi muito importante esse apoio. Há tanto tempo que não existe público nos estádios", disse Folha.

Corria o minuto 80 do Rio Ave-FC Porto, mais coisa menos coisa, quando Toni Martínez sentiu cãibras e pediu para sair. Com Taremi já substituído e Marega nem convocado, como O JOGO noticiou no sábado, Sérgio Conceição chamou Evanilson. No mesmo instante iam entrar Marcano e Felipe Anderson. Depois de algumas hesitações, mandaram esperar o brasileiro e, instantes depois, este foi chamado de novo pelo treinador ao banco de suplentes.