FC Porto vence em tribunal: jornalista da BTV condenado

FC Porto vence em tribunal: jornalista da BTV condenado

Despacho Tribunal Judicial da Comarca do Porto favorável ao FC Porto

O Tribunal Judicial da Comarca do Porto decidiu em favor do FC Porto e de Luís Gonçalves, condenando o jornalista Valdemar Duarte, da BTV, a pagar um total de 3 640 euros em multas. Em causa, o caso no qual o narrador do canal de televisão do Benfica referiu-se à equipa do FC Porto como "corja" e "bandidos" no decorrer da transmissão do jogo entre Benfica e FC Porto as meias-finais da Allianz Cup, em 2018/19.

"Corja de bandidagem", "bandidos-mor", "mafiosos" e "gentalha" foram termos igualmente utilizados pelo jornalista durante a narração. Frases como "Quando digo os números é porque tenho dificuldade em dizer os nomes [dos jogadores do FC Porto], porque aqueles que estão dentro do campo são uns bandidos" e "este mafioso deste engenheiro Luís Gonçalves mete nojo", são outros exemplos citados no despacho.

Segundo o despacho do Tribunal, ao qual O JOGO teve acesso, Valdemar Duarte foi condenado pelos crimes de difamação agravado e de ofensa a pessoa coletiva agravado. Por isso foi multado em 2 640 euros, sendo obrigado ainda a pagar 1 000 euros em custas crime.

Valdemar Duarte confessou os atos que lhe tinham sido imputados, mostrou-se arrependido e no julgamento pediu desculpa a Luís Gonçalves, diretor-geral do FC Porto.