FC Porto e a vitória em Alvalade: "A melhor resposta ao festival de provocações"

FC Porto e a vitória em Alvalade: "A melhor resposta ao festival de provocações"

Clube azul e branco referiu-se ao clássico da Taça de Portugal na newsletter diária.

O FC Porto aproveitou a newsletter desta quinta-feira para abordar o triunfo (2-1) em casa do Sporting, para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, encarando o resultado como uma "resposta" ao que considera ter sido "um festival de provocações".

"O FC Porto foi ontem a Lisboa vencer o Sporting local por 2-1 em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. Os golos de Taremi e de Evanilson foram a melhor resposta - uma expectável resposta à Porto, na verdade - ao festival de provocações com que a nossa equipa foi brindada desde que aterrou na capital na véspera do encontro", pode ler-se.

"A eliminatória, longe de estar decidida, entra agora num repouso de um mês e meio. Não fosse o desperdício de algumas oportunidades, principalmente quando a equipa já vencia, e a qualificação para a final de Oeiras até poderia estar mais bem encaminhada. De ontem, além do triunfo, fica a imagem de um grupo sério e competente que não se deixou impressionar com os foguetes e petardos lançados pelos que também apanharam as canas", acrescenta.

Recorde-se que a madrugada prévia ao clássico esteve longe de ser tranquila para a comitiva do FC Porto, devido ao rebentamento de petardos e ao lançamento de fogo de artifício junto ao hotel, perto da Avenida da Liberdade.

A denúncia foi feita por Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos dragões. "Sem comparações com o que quer que seja. Esta madrugada, à 01h00, a equipa do FC Porto foi acordada por vários estrondos. O presidente levantou-se e foi perceber o que se passava, tendo sido informado pela polícia que nas traseiras do Altis foi encontrada uma caixa com dez petardos. Mais tarde, às 06h00, a situação repetiu-se, com vários estrondos a ouvirem-se novamente, com o claro objetivo de perturbar o descanso dos jogadores do FC Porto", escreveu o porta-voz do clube nas redes sociais.

Pelo mesmo método, Paulo Araújo, membro do corpo clínico, publicou vídeos da pirotecnia. "Esta gente (quem faz isto) em "Lisboa" não tem que fazer, às 01h03, saúda-nos com este fogo de artifício (...) Obrigado, sentimo-nos importantes e temidos pela vossa "táctica", escreveu.