"FC Porto perdeu Luis Díaz e foi campeão. Diz muito do quão forte é o clube e Sérgio Conceição"

"FC Porto perdeu Luis Díaz e foi campeão. Diz muito do quão forte é o clube e Sérgio Conceição"

A meio de 2021/22, Luis Díaz trocou o FC Porto pelo Liverpool. Ainda assim, os dragões conseguiram vencer o campeonato e a Taça de Portugal: um feito que merece elogios por parte de Pep Lijnders, treinador-adjunto dos reds.

Pepijn Lijnders e Vítor Matos, treinadores adjuntos de Jurgen Klopp no Liverpool, têm em comum, entre outras coisas, o facto de terem passado pelo FC Porto, desempenhando as mesmas funções de agora. E foi no clube portista que os reds se reforçaram em janeiro, ao garantirem a contratação de Luis Díaz. Em conversa com os meios oficiais do emblema inglês, os dois técnicos falaram desse momento e da pré-temporada do avançado colombiano.

A primeira pergunta feita sobre o extremo à dupla de treinadores foi sobre quais foram as reações no seio do FC Porto aquando da contratação. "Só disseram coisas boas. Mas não ficaram muito felizes quando o perderam em janeiro", disse Vítor Matos. "Tenho de dizer, fiquei muito contente por o FC Porto ter conseguido ser campeão na mesma [sem Luis Díaz]. Isso diz muito do quão forte é o FC Porto como clube, do quão fortes são a recrutar jogadores e o quão forte é o Sérgio Conceição a construir as equipas. Porque ele teve de fazer isso várias vezes", apontou Lijnders.

Esta é a primeira pré-época que Lucho realiza às ordens de Klopp e os treinadores concordam que o importante nesta fase é "voltar a adaptar à pressão forte" que caracteriza a equipa, sem perder "a alegria nos pés". "Ele estava em grande forma quando chegou cá, mas há sempre espaço para melhorar, é o mais importante. Mesmo quando és mais experiente, há coisas a aprender e a evoluir", vincaram.