FC Porto no mercado por um central: os nomes em cima da mesa

FC Porto no mercado por um central: os nomes em cima da mesa
André Morais / Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Dragões procuram acautelar-se face à longa paragem de Marcano devido a lesão

A lesão grave sofrida por Marcano em meados de maio, nos primeiros treinos depois do desconfinamento, trouxe atrelado um longo período de recuperação e está a levar o FC Porto a olhar com bastante atenção para o mercado de centrais.

Com a venda iminente de Diogo Leite ao Valência, os dragões têm noção que é um risco atacarem o começo de época apenas com três opções para os dois lugares do eixo da defesa (Mbemba, Pepe e Diogo Queirós), especialmente porque apenas os dois primeiros têm experiência de I Liga, e procuram alguém capaz de garantir segurança e estabilidade ao sector.

Os nomes de Rúben Semedo (Olympiacos) e Lucas Veríssimo (Santos) foram sugeridos à administração azul e branca como boas soluções para o problema, mas ainda não motivaram uma oferta formal, até porque um dos reforços que estão em carteira também poderá desempenhar esse papel. Referimo-nos a Zaidu, que fez alguns jogos como central pelo Santa Clara, embora seja no lado esquerdo da defesa que melhor se sente. Mas vamos por partes.

A associação de Rúben Semedo ao FC Porto é uma repetição do que sucedeu há um ano. Na altura, após um empréstimo bem-sucedido ao Rio Ave, o central chegou a ser dado como muito perto dos portistas, mas acabou por rumar ao Olympiacos, de onde poderá saltar agora, a três anos de expirar o contrato, na ressaca de uma temporada produtiva. Segundo a TVI, o regresso a Portugal pela porta do Dragão agrada-lhe, depois de também ter sido apontado ao Benfica. A contratação do internacional português de 26 anos, porém, poderá implicar um investimento superior a sete milhões de euros, valor que, segundo a Imprensa grega, terá sido oferecido pelos encarnados e declinado pelo campeão helénico.

Deco a ajudar Veríssimo a mudar para a Europa

A situação de Lucas Veríssimo é um pouco diferente. O brasileiro de 25 anos, que também foi ligado ao Benfica, pretende sair do Santos e tenta jogar com as necessidades financeiras do clube de São Paulo, com o qual tem contrato até 2024, para rumar ao futebol europeu. Nesse sentido, sabe O JOGO, tem contado com a ajuda de Deco, que neste defeso estabeleceu uma parceria com os agentes de Hulk (ex-Atlético Mineiro) e João Marcelo (ex-Tombense) para intermediar a transferência de ambos para o FC Porto B.

Veríssimo, associado aos dragões em alguns rumores de redes sociais na terça-feira, tem outros interessados, segundo explicou ao nosso jornal fonte próxima do empresário do atleta, Paulo Pitombeira, mas a Atalanta já se excluiu da corrida pela contratação. "Uns dez agentes já me propuseram esse jogador, mas não houve resposta porque ele não nos interessa", esclareceu ao jornal "Lance" Giovanni Sartori, diretor do clube italiano.

Seja como for, o FC Porto não tem pressa em fechar este dossier. O mercado só encerra no início de outubro e a contratação de Zaidu ao Santa Clara, que se encontra bem encaminhada, até ganhou interesse especial. É que o jogador tem experiência como central e pode ser uma opção de recurso se algo falhar.