FC Porto: negociações por Corona travaram, mas há mexidas por Sérgio Oliveira

FC Porto: negociações por Corona travaram, mas há mexidas por Sérgio Oliveira
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Andaluzes continuam sem se entender com o Twente e o jogador pelos 33,5% do passe de Tecatito que se encontram na posse de ambos. Sérgio deixou boa imagem em Itália e ainda pode deixar o Dragão

A 14 dias de se encerrar a maior janela de transferências da temporada, Corona e Sérgio Oliveira mantêm-se como os principais ativos do FC Porto no mercado. Os dois jogadores foram cruciais para a equipa na última época e a participação em grandes provas internacionais pelas respetivas seleções só os valorizou.

No entanto, as últimas informações recolhidas por O JOGO apontam no sentido de a situação do extremo e a do médio estarem a seguir caminhos opostos. Enquanto que as negociações entre o mexicano e o Sevilha esfriaram, devido à verba que os andaluzes teriam de pagar pelos 33,5% que estão na posse do atleta e do Twente - os dragões pretendem entre 12 e 13 M€ pelos 66,5% que têm em sua posse -, em Itália existem clubes a movimentar-se para tentar contratar o português.

A Roma foi (mais uma vez) apontada como possível destino por alguma Imprensa italiana, mas a hipótese de tal acontecer é remota.

Sem qualquer venda de relevo efetuada até ao momento, o FC Porto aguarda com alguma expectativa pelo desenrolar do processo dos dois jogadores. Numa primeira fase, recorde-se, os portistas estipularam os 20 M€ como o preço para transferir Corona e Sérgio Oliveira. O último até chegou a estar perto de se mudar para a Fiorentina por essa quantia, até Gennaro Gattuso abandonar o clube e provocar a queda do negócio.

Contudo, a boa imagem deixada frente à Juventus, na Liga dos Campeões, valeu-lhe outros interessados, que deverão em breve conversar com a SAD.