Fábio Cardoso no FC Porto: duração do contrato, férias interrompidas e concorrência ultrapassada

Fábio Cardoso no FC Porto: duração do contrato, férias interrompidas e concorrência ultrapassada
Manuel Casaca/André Morais/Vítor Rodrigues

Tópicos

Defesa vai interromper as férias para assinar na sexta-feira o contrato com os dragões, que foram mais lestos a fechar a operação do que a concorrência, inclusive do clube formador do jogador: o Benfica. Central assina até 2026.

Fábio Cardoso vai ser reforço do FC Porto para a próxima temporada. O negócio está fechado, depois de os dragões terem chegado a uma plataforma de entendimento com o Santa Clara para o pagamento de 2,2 milhões de euros pelo central. De acordo com as informações recolhidas por O JOGO, o jogador irá interromper amanhã, sexta-feira, momentaneamente as férias para assinar o contrato, válido para as próximas cinco épocas.

O FC Porto prepara-se, assim, para garantir um dos centrais mais experientes da Liga NOS. Fábio Cardoso soma 149 jogos no principal escalão português e as exibições que efetuou no Santa Clara colocaram-no na lista de potenciais reforços de várias equipas, entre as quais o Benfica. A SAD portista, contudo, foi mais lesta a negociar com o clube de São Miguel e garantiu mais uma opção a Sérgio Conceição para o eixo da defesa.

Pepe, Mbemba, Marcano e Diogo Leite são, para já, os concorrentes de Cardoso, mas não é de descartar a possibilidade de surgir uma proposta que leve o último para outras paragens, na ressaca da boa campanha da Seleção Nacional de Sub-21 no Europeu da categoria.

Fábio Cardoso chegou ao Benfica em 2006, proveniente do Águeda, de onde é natural. Apesar de ter representado o clube lisboeta durante oito épocas, nunca chegou a jogar na equipa principal. Em 2014/15 e 2015/16 foi emprestado ao Paços de Ferreira, terminando nessa altura a ligação aos encarnados. Depois de jogar uma temporada no V. Setúbal e outra nos escoceses do Rangers, o central mudou-se para o Santa Clara, em 2018. Participou em 87 jogos e marcou 11 golos, um deles ao Benfica, na Liga NOS.

A saída dos Açores acontece quando já tinha o estatuto de capitão e depois de ajudar o clube a alcançar o sexto lugar, a melhor classificação de sempre, que lhe valeu o apuramento para a Conference League.

Falta-lhe a seleção principal

Fábio Cardoso alinhou em praticamente todas as seleções nacionais, dos sub-15 aos sub-20, somando 31 jogos. Apesar de ser apontado como um dos melhores centrais da atualidade, depois da grande época que realizou no Santa Clara, pelo qual alinhou em 32 jogos, 28 deles na Liga NOS, acabou por ficar de fora dos eleitos de Fernando Santos. No entanto, acredita que um dia conseguirá a internacionalização pela seleção que lhe falta.

"Seja este ano, seja para o ano, quando tiver a oportunidade, que sei que vai surgir tendo em conta o que eu trabalho, espero aproveitar o melhor possível", declarou em 2020.