FC Porto equaciona queixa contra o Estado caso decisão do tribunal se mantenha

FC Porto equaciona queixa contra o Estado caso decisão do tribunal se mantenha

O clube azul e branco foi condenado a pagar dois milhões de euros ao Benfica no âmbito do caso dos emails.

Depois de anunciar o recurso para o Tribunal da Relação do Porto da condenação ao pagamento de dois milhões de euros ao Benfica no âmbito do caso dos emails, o FC Porto anunciou que está disposto a levar o processo até às últimas consequências, podendo até avançar com uma eventual queixa contra o Estado.

"O FC Porto não deixará de interpor recurso para o Tribunal da Relação e, se for necessário, para o Supremo Tribunal de Justiça. Essa é uma via em aberto e que será usada pelo FC Porto. É também certo que, caso o sistema judicial conclua num sentido similar ao que foi decidido, uma decisão provisória, mas se vier a ser tomada uma decisão definitiva que vá ao encontro desta que foi tomada haverá da parte do FC Porto a possibilidade de apresentar uma queixa contra o Estado português, porque nos parece que há aqui uma violação de direitos basilares que são aplicáveis ao Estado e que não podem justificar uma condenação desta natureza", afirmou Nuno Brandão, advogado que representa o clube azul e branco, em declarações ao Porto Canal.