FC Porto é dono de registo que na Europa só o Liverpool ultrapassa

FC Porto é dono de registo que na Europa só o Liverpool ultrapassa
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Desde que Sérgio Conceição assumiu o comando da equipa, o FC Porto nunca fechou um campeonato com menos de 18 golos de cabeça. Atualmente leva 13, oito deles obtidos na sequência de bolas paradas.

Treze golos fazem do FC Porto a equipa com maior proveito no remate de cabeça no campeonato português e uma das melhores entre as parceiras que disputam as ligas mais bem posicionadas no ranking da UEFA.

O domínio dos dragões pelo ar é tal que na I Liga não há mais ninguém a apresentar um número com dois dígitos nesta estatística. O Santa Clara é quem mais se aproxima, com nove golos obtidos daquela forma, à frente dos três clubes que se seguem aos portistas na classificação da prova: o Benfica (sete), o Braga (sete) e o Sporting (seis), respetivamente. No plano europeu, o "super" Liverpool, que tem dominado a Premier League e está bem encaminhado para arrecadar o título, é o único que chega a esta fase de interregno da temporada, motivada pela pandemia Covid-19, com um registo superior: 15.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

O rendimento evidenciado pelo FC Porto é a consequência natural do elevado aproveitamento dos lances de bola parada, que são trabalhados com assiduidade no Olival, até porque existem sete equipas com uma média de altura superior aos 1,82 metros registados pelos azuis e brancos. Dos 13 golos que Soares e companhia apontaram com remates de cabeça [ver caixa], oito surgiram na sequência dessas jogadas de laboratório e "só" cinco de bola corrida. De resto, desde que Sérgio Conceição chegou ao clube que os dragões têm colocado vários jogadores no topo do ranking dos duelos aéreos (defensivos e ofensivos). Nas duas primeiras épocas do treinador, os portistas terminaram ambas exatamente com o mesmo número de golos alcançados a cabeça: 18.

Ou seja, se acrescentarmos os 13 da atual temporada, estão apenas a um da meia centena na competição durante o reinado de Conceição. É obra!

Soares: quatro golos para bater concorrência interna

Dos seis jogadores do FC Porto que usaram a cabeça para faturar, Soares foi o que mais festejou. O avançado, melhor marcador dos dragões na I Liga, apontou quatro dos 14 golos que leva na prova com essa parte do corpo (Tondela duas vezes, Sporting e Moreirense), mais um do que Zé Luís (V. Setúbal duas vezes e Santa Clara) e Marcano (Portimonense, Gil Vicente e Santa Clara). Marega (Rio Ave), Pepe (Marítimo) e Loum (P. Ferreira) completam a lista.