FC Porto: conquistar a Taça de Portugal vale a Conceição entrada em lote restrito

FC Porto: conquistar a Taça de Portugal vale a Conceição entrada em lote restrito
Carlos Gouveia

Tópicos

Lote de ilustres composto por Yustrich, Ivic, Oliveira, Mourinho, Co Adriaanse, Jesualdo Ferreira e Villas-Boas. Nenhum festejou a conquista da Taça frente ao Benfica. Conceição espera ser o primeiro.

Sérgio Conceição está a uma vitória de entrar numa galeria restrita de treinadores que conseguiram a dobradinha pelo FC Porto. Um feito que, diga-se, alcançou enquanto jogador. Em 1997/98, Conceição ajudou o FC Porto a vencer o campeonato e, depois, a derrotar o Braga (fez uma assistência), na final do Jamor.

António Oliveira era o treinador, sendo um dos sete que foram capazes de juntar a prova rainha à conquista do título nacional ao serviço dos dragões. Os outros foram Villas-Boas (10/11), Jesualdo Ferreira (08/09), Co Adriaanse (05/06), José Mourinho (02/03), Tomislav Ivic (87/88) e Dorival Yustrich (55/56).

Na época passada, o FC Porto falhou o título e também saiu derrotado da final da Taça, caindo perante o Sporting na marcação de grandes penalidades. Agora, Conceição volta a estar no jogo decisivo, que não será no Jamor nem terá público - culpa da pandemia -, depois de ter festejado o título nacional e tem a possibilidade de integrar um lote limitado de treinadores que foram duplamente bem sucedidos numa mesma temporada.

O primeiro foi Yustrich, que derrotou o Torreense no Estádio Nacional; Ivic fez o mesmo frente ao V. Guimarães, António Oliveira ganhou ao Braga, Mourinho festejou frente à sua antiga equipa, Leiria, enquanto Co Adriaanse levou a melhor diante do V. Setúbal e Jesualdo Ferreira ganhou ao Paços de Ferreira Finalmente, Villas-Boas goleou o V. Guimarães. Ou seja, Sérgio Conceição pode ser o único a festejar a dobradinha frente ao grande rival dos portistas.

Pode igualar Jimmy Hagan

Depois de ter ganho, para o campeonato, na Luz e em Alvalade, e nas duas receções aos "grandes" de Lisboa, Sérgio Conceição está a um triunfo de igualar um registo único no futebol português: vencer os clássicos do campeonato e outro na final da Taça na mesma época. Até à data esse registo pertence apenas a Jimmy Hagan, treinador já falecido que se notabilizou no Benfica. Com Eusébio e companhia no plantel, o inglês fez o pleno de triunfos no campeonato e, depois, derrotou o vizinho de Alvalade na final da Taça de Portugal de 1971/72. Refira-se, ainda, que com as quatro vitórias na Liga, Conceição igualou um feito conseguido, no FC Porto, apenas por Mourinho.