FC Porto condenado a pagar dois milhões de euros ao Benfica no caso dos e-mails

FC Porto condenado a pagar dois milhões de euros ao Benfica no caso dos e-mails

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O FC Porto foi parcialmente condenado no processo movido pelo Benfica, na sequência da divulgação de correio eletrónico de responsáveis encarnados. Decisão do tribunal de primeira instância é passível de recurso.

O Tribunal do Juízo Central Cível do Porto condenou parcialmente a SAD do FC Porto no caso dos e-mails do Benfica divulgados pelo diretor de comunicação do clube, Francisco J. Marques, no Porto Canal. A SAD do Dragão terá de pagar cerca de dois milhões de euros ao Benfica, que exigia um valor a rondar os 17 milhões de euros.

A SAD portista e Francisco J. Marques foram condenados a pagar 523 mil euros por danos patrimoniais emergentes e 1,4 milhões de euros por danos não emergentes. Foram absolvidos os administradores da estrutura profissional do futebol do FC Porto: Pinto da Costa, Fernando Gomes e Adelino Caldeira. A decisão é passível de recurso.

A sentença a que O JOGO teve acesso pode ser lida na galeria de imagens acima.