FC Porto aciona opção de compra e João Marcelo é promovido à equipa principal

FC Porto aciona opção de compra e João Marcelo é promovido à equipa principal

Exercida a opção de compra do central que, no dia 1, apresenta-se no Olival. SAD paga 500 mil euros ao Tombense pelo jovem de 22 anos que Sérgio Conceição usou duas vezes. Chegada de outro central neste defeso continua em cima da mesa.

João Marcelo é parte da solução para o eixo defensivo do FC Porto, onde Mbemba e Rúben Semedo são "baixas" para a nova temporada. O JOGO sabe que a SAD azul e branca exerceu o direito de opção de compra do passe - por cerca de 500 mil euros - e vai ficar com o jovem defesa a título definitivo, oferecendo-lhe um novo contrato de longa duração. É, ainda, de prever que fique protegido por uma elevada cláusula de rescisão.

Sérgio Conceição deu o aval e João Marcelo será integrado no plantel principal em 2022/23, sendo esperado já no dia 1 de julho no Olival para o arranque dos trabalhos.

Esta decisão não invalida, sublinhe-se, a chegada de mais um ou até mesmo dois centrais para a nova época. David Carmo, do Braga, e João Víctor, do Corinthians, são jogadores referenciados e que os responsáveis portistas estão a tentar contratar. Até porque Pepe e Fábio Cardoso são os únicos elementos que dão garantias. Marcano está há muito afastado dos relvados devido a sucessivos problemas físicos que colocam um ponto de interrogação na sua condição para 2022/23.

Em dezembro, O JOGO já tinha adiantado que a SAD estava a ponderar acionar a opção de compra junto do Tombense, numa altura em que o jovem central se tinha estreado pela equipa principal, no jogo com o Rio Ave, da Taça da Liga. A partir dessa altura, e aproveitando as lesões de Marcano e também de Pepe, o jovem brasileiro foi presença assídua nos treinos e ainda foi utilizado no clássico com o Benfica, da Taça de Portugal. Contudo, falhou o desejo de ser campeão nacional, algo que poderá ambicionar na próxima temporada.

João Marcelo chegou ao Dragão no verão de 2020, cedido pelo Tombense, tendo feito 31 jogos pela equipa B. No final dessa temporada, os responsáveis portistas solicitaram o prolongamento do empréstimo por mais um ano, em que até jogou menos na formação secundária (24 jogos e três golos). Contudo, a evolução demonstrada por João Marcelo neste período foi bastante positiva e convenceu Sérgio Conceição a reservar-lhe um lugar no plantel.

Além do Tombense, Marcelo representou o Boavista Sport Club, do Rio de Janeiro, e os escalões jovens do Grémio de Porto Alegre.