"Falei com Sérgio Conceição e percebi que no FC Porto estão a acompanhar-me"

"Falei com Sérgio Conceição e percebi que no FC Porto estão a acompanhar-me"
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Em entrevista a O JOGO, Fernando Andrade reitera a vontade de vingar com a camisola do FC Porto,

Fernando Andrade falou rapidamente com Conceição e percebeu que os dragões estão a acompanhar tudo o que faz na Turquia, onde quer acabar bem a época antes de pensar na próxima. Para isso, porém, a Covid-19 tem de abrandar e permitir aos futebolistas fazerem o que mais gostam. Especialmente com o estádio cheio, porque o inverso, segundo o atacante, é estranho.

NÃO SAIA DE CASA, LEIA O JOGO NO E-PAPER. CUIDE DE SI, CUIDE DE TODOS

Como tem vivido este momento complicado devido à Covid-19?

-Confesso que é muito desagradável e desconfortável estar a passar por isto, porque muda uma rotina de treino de vários anos. Ainda por cima aqui na Turquia, que demorou a interromper o campeonato. Até achei que não ia parar. Mas temos de encarar isto com responsabilidade. As pessoas têm de ter consciência do perigo, porque tenho visto pessoas a fazer churrascos e a reunirem-se mesmo depois de ter sido pedido para ficarmos em casa. Se cada um fizer a sua parte, isto vai voltar à normalidade o mais rápido possível.

Qual foi a sensação de jogar com o estádio vazio?

-Eu não cheguei a jogar, porque estava no limite dos cartões amarelos e em risco de falhar o jogo seguinte. Mas, pelo que o Marcelo e o Claudemir [ambos ex-Braga] me disseram, é muito estranho. Como na Turquia tem sempre muito público e muitas equipas são mais fortes em casa por causa disso, é quase como jogar em campo neutro. Nós, por exemplo, perdemos 1-0 com o Antalyaspor e não encostámos aos primeiros classificados.

Falou com Sérgio Conceição sobre a sua temporada?

-Tive a oportunidade de conversar rapidamente com o míster e percebi que eles estão a acompanhar-me, como fazem com todos os atletas que estão cedidos temporariamente a outras equipas.

Mantém a expectativa de voltar para se afirmar?

-Quando assinei com o FC Porto, tinha a ideia de aproveitar a oportunidade e jogar pela equipa. Essa vontade continua. Não sei ao certo como vai ser na próxima época, mas certamente estou focado em terminar bem a temporada aqui e, depois, pensar nesse possível retorno ao FC Porto.