Fábio Silva trauteou música do FC Porto e recusou ver o Benfica campeão de águia ao peito

Fábio Silva trauteou música do FC Porto e recusou ver o Benfica campeão de águia ao peito

Recorde a reportagem sobre Fábio Silva, o jovem avançado de 17 anos que acaba de renovar até 2022 com o FC Porto e que passou a ser dono da maior cláusula de rescisão da história do futebol português.

O JOGO contou-lhe na edição de 23 de julho de 2019, e em grande pormenor, como o FC Porto resgatou Fábio Silva ao Benfica. O jovem avançado, que acabara de fazer 17 anos, estava a dar cartas na pré-temporada da equipa e marcara mesmo o golo da vitória na Copa Ibérica, frente ao Getafe.

Recuando, Fábio Silva começou no FC Porto, mas partiu depois para o Benfica, antes do já referido resgate. O portismo, esse, é sobejamente conhecido e nunca desapareceu, mesmo de águia ao peito. E há vários episódios e manifestações que o podem confirmar. As da época passada e e da atual são relevantes nessa matéria, mas as mais importantes até aconteceram ao serviço do... Benfica.

Em 2016/17, a equipa de iniciados estava em Paços de Ferreira a estagiar quando a equipa principal recebeu o V. Guimarães com possibilidade de se sagrar campeã nacional. Os colegas reuniram-se em frente à Benfica TV, mas Fábio preferiu isolar-se para não assistir à conquista do título. O avançado nunca teve problemas em reforçar o seu clubismo enquanto esteve no Seixal e em festejar golos do FC Porto quando disso era caso. Outro episódio: duas semanas depois, o Benfica jogou no Olival e venceu por 6-1. O atacante marcou três dos golos e não festejou nenhum. No final do jogo, e com uma música ligada ao FC Porto a passar, foi apanhado a trauteá-la de forma instintiva.

Não perca todos os pormenores desta história aqui: