Evanilson e a expulsão no clássico: "Pepe acalmou-me, estava meio chateado"

Evanilson e a expulsão no clássico: "Pepe acalmou-me, estava meio chateado"
Francisco Sebe

Tópicos

Avançado brasileiro é protagonista de mais uma edição da revista "Dragões".

Evanilson, avançado do FC Porto, é o protagonista da mais recente edição da revista "Dragões". O jogador de 22 anos falou sobre a expulsão no clássico com o Benfica, a contar para a Taça de Portugal, depois de já ter bisado na partida, revelando ter ficado surpreendido.

"Sim, fiquei meio surpreendido [com a expulsão]. Queria continuar no jogo, a nossa equipa estava muito bem. Se continuasse em campo acho que seríamos capazes de fazer mais. Tivemos chances, mesmo com um jogador a menos, mas eu queria muito continuar. Fiquei a torcer de fora e a equipa fez um grande jogo, uma grande segunda parte, com sacrifício e impondo o nosso ritmo até à vitória", começou por dizer, antes de contar que ficou a ver a segunda parte no balneário, com o capitão Pepe, de fora por lesão.

"Onde vi a segunda parte? Vi no balneário com o Pepe, que já lá estava. Ele acalmou-me, porque eu estava meio chateado. Disse-me: 'Calma, tranquilo, acontece, vamos torcer juntos e sair com a vitória, que é muito importante. (...) Vivi a segunda parte muito confiante, a nossa equipa estava muito bem. Trabalhámos bem e fiquei mais tranquilo vendo de fora", concluiu Evanilson.