"Era importante não entrar como com o Mafra, o estado de espírito melhora ganhando"

"Era importante não entrar como com o Mafra, o estado de espírito melhora ganhando"

Declarações de Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, após o triunfo sobre o Chaves (2-0) na Taça da Liga

Eficácia: "Sim, foi um jogo diferente, competente, da nossa equipa, com entrada forte no jogo. Tivemos três ou quatro ocasiões até aos 30', depois o Chaves equilibrou. Mas penso que podíamos ir para o intervalo com outro resultado que não o 0-0. Depois acertamos um bocado o posicionamento, para não sofrer com as transições do adversário. Pelo que fizemos é uma vitória justa."

Passagem aos quartos de final: "É uma vitória importante, mas não está consumada. O Vizela tem demonstrado qualidade individual e coletiva. Agora vamos descansar e preparar esse jogo, esse sim decisivo para passar aos quartos de final."

Sobre Chaves: "É uma terra que gosto, tive cá um filho a jogar e fui sempre bem tratado. Mas não por isso, o Vítor tem feito excelente trabalho, um bom campeonato. Com jogadores evoluídos e capazes de criar dificuldades aos adversários. Só um FC Porto no seu melhor consegue fazer um jogo como o que fizemos aqui, por isso parabéns aos jogadores."

Importante esquecer jogo com o Mafra: "Era importante ganhar, ficamos mais a depender do nosso jogo com o Vizela. Mas sobretudo não entrar como entrámos com o Mafra. Hoje existe qualidade nos plantéis, nas equipas técnicas. A primeira parte com o Mafra foi muito má, faz parte do passado. Hoje o estado de espírito é melhor, fico sempre melhor ganhando."