Exclusivo Éder Militão à direita é garantia de segurança

Éder Militão à direita é garantia de segurança
Carlos Gouveia

Tópicos

Analisámos as ações dos três jogadores que Sérgio Conceição usou como lateral-direito. O brasileiro ganha a defender e até remata mais. Corona destaca-se nos cruzamentos

Depois de meia época como central, Sérgio Conceição decidiu colocar Éder Militão na posição onde ganhou rotinas no São Paulo para conseguir emparelhar o reforço Pepe com Felipe no eixo defensivo.

Com isso, o FC Porto passou a ganhar mais duelos (pelo chão ou pelo ar), a perder menos e a recuperar mais bolas no lado direito da defesa. Mas perdeu a profundidade que Corona dava quando foi recuado para essa posição porque o mexicano cruza mais (3,7 vezes por cada 90 minutos a defesa direito) e melhor (44,1% chegaram ao destinatário) do que os dois concorrentes.