"É possível ganharmos a Liga Europa"

"É possível ganharmos a Liga Europa"

Médio dos Dragões admite, falando do futuro, que a sua prioridade será renovar contrato com o FC Porto e acredita num final de época da equipa bem sucedido.

Lucho Gonzalez considera o FC Porto um sério candidato à conquista da Liga Europa e confessou ainda, à partida para o período de férias natalícias, que já esperava a subida de rendimento da equipa e o regresso às boas exibições.

"Logicamente que é possível ganhar a Liga Europa, porque o FC Porto ainda conquistou o troféu há pouco tempo. Serão dois jogos difíceis contra esta equipa alemã, mas somos um dos candidatos", disse o médio argentino, que comentou ainda outros temas.

Crise da equipa antes do Natal:

"Mesmo que os resultados não fossem os desejados, não estávamos tão preocupados, porque sabíamos que as coisas iriam melhorar e neste últimos jogos demonstrámos isso mesmo".

Campeonato 2013/2014:

"Não é só o Benfica e o Sporting que estão mais fortes. Penso que nos últimos anos o campeonato português melhorou muito, sobretudo com as denominadas equipas pequenas que hoje em dia complicam a tarefa a qualquer adversário. Acho isso bom, para haver um bom campeonato, com bons jogos e bom espetáculo".

FC Porto 2013/2014 face ao anterior:

"A equipa não está mais fragilizada esta época. Todos anos neste clube no final de cada campeonato vão embora dois ou três jogadores importantes e os que chegaram estão adaptar-se bem, sabem o que significa jogar neste clube. Temos um grande grupo e estamos confiantes de que acabaremos o campeonato da melhor maneira".

Paulo Fonseca e Vítor Pereira:

"O treinador [Paulo Fonseca] tem muito diálogo connosco, está sempre muito próximo e gosta de dialogar e analisar os jogos e os treinos. Estamos confiantes de que podemos acabar a época da melhor forma".

As críticas ao treinador:

"É sempre mais fácil criticar um do que 25 ou 26, o futebol é assim. Lamentavelmente, quando não se conseguem os resultados, o responsável é sempre o treinador, mas estamos com ele, unidos, e sabemos que podemos acabar bem".

Eliminação da Champions:

"Foi uma tristeza, porque era um dos nossos objetivos, sabíamos que estávamos num grupo em que até éramos favoritos e não conseguimos passar, deixou-nos tristes, conseguimos reagir e erguemo-nos nos jogos do campeonato".

Renovação de contrato:

"Posso continuar, sempre manifestei que essa é a minha prioridade, mas primeiro há que ver como termino a época, como me sinto fisicamente. Depois, a prioridade será sempre o FC Porto. A bola está dos dois lados. Ainda falta muito e no final do campeonato falaremos sem qualquer problema".

"Claro que a sua chegada será importante para a equipa e para servir os avançados. O Ricardo é um jogador que durante as épocas em que esteve no clube deu-lhe muitas alegrias, é internacional e já demonstrou que pode fazer a diferença em qualquer momento, se vier será bem vindo como os outros".