Dragões criticam contas dos rivais

Dragões criticam contas dos rivais

E também a Comissão de Normalização Contabilística. Os portistas recordam que são o único clube que apresenta, anualmente, "contas consolidadas" de todo o seu universo.

O FC Porto, em comunicado publicado no site, estranha também que a lei (em aplicação desde 2012) não esteja a ser cumprida no que respeita à apresentação das contas consolidadas. O clube recorda que detalhou os números de todas as empresas do grupo na última Assembleia Geral de associados e sugere que o que Benfica e Sporting têm comunicado não engloba a contabilidade do universo das empresas dos respetivos grupos. Os dragões, insistem, são o único dos grandes a dar ao mercado toda a informação sobre a consolidação das contas anuais.

Comunicado na íntegra

"Uma das mentiras mais vezes repetidas no futebol português nos últimos anos tem a ver com as contas consolidadas, que alegadamente o FC Porto não apresenta e que o Benfica e o Sporting apresentam. Esta mentira tem servido para iludir os adeptos menos informados, justificando assim, ano após ano, que o FC Porto junte aos muito melhores resultados desportivos também muito melhores resultado económico-financeiros.

O decreto-Lei n.º 36-A/2011, que no seu artigo 7.º refere a "obrigatoriedade de apresentar contas consolidadas" é claro quanto à inclusão dos clubes desportivos que tenham um volume de negócios anual superior a 500 mil euros. Ou seja, por obrigação legal, os três grandes clubes são obrigados a apresentarem contas consolidadas sobre todo o seu universo, o que supostamente acabaria com o diz que disse nesta matéria.

Acabaria se a lei fosse cumprida, porque a verdade é que só o FC Porto cumpre a lei e apresenta contas consolidadas de todo o seu universo. Benfica e Sporting não o fizeram e nem há notícia que a Comissão de Normalização Contabilística e outras autoridades pretendam obrigar os incumpridores a fazê-lo.

O FC Porto não tem nada a esconder aos seus sócios, os donos do nosso clube e a quem a direcção presta contas. Apresentamos no último exercício 11,2 milhões de euros de lucro, 68,3 milhões de capitais próprios, 258,9 milhões de passivo e 327,3 milhões de activo.

Para que as mentiras não subsistam, aqui fica o repto para que Benfica e Sporting cumpram a lei e apresentem aos seus sócios as contas consolidadas de todo o seu universo. E já agora, que as autoridades façam cumprir os incumpridores".