Dois nomes que multiplicam opções no FC Porto e baralham as contas para o Chelsea

Dois nomes que multiplicam opções no FC Porto e baralham as contas para o Chelsea

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

André Morais

Tópicos

Sérgio Conceição avisara, na conferência de Imprensa prévia, que a resposta que os jogadores dessem contra o Santa Clara podia influenciar as decisões para a Champions. Dois destacaram-se.

Sérgio Conceição começou no domingo a preparar o jogo com o Chelsea, primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, e terá tempo para decidir que onze vai apresentar em Sevilha.

Ainda que o tempo, até aqui, tenha sido de focar no Santa Clara, a verdade é que indisponibilidade de Taremi e Sérgio Oliveira na Champions (o iraniano foi expulso em Turim, o português ficou suspenso pela acumulação de amarelos) já teria sido pensada com recurso às opções mais naturais, atendendo ao tempo de jogo e às posições que ocupam. Luis Díaz seria a alternativa principal a Taremi, eventualmente para a equipa jogar em 4x2x3x1 ou mesmo a fazer de segundo avançado, com Marega mais solto. Já Grujic é a solução imediata à baixa de qualquer um dos médios habitualmente titulares.

O jogo com o Santa Clara, porém, acrescentou mais dois nomes às contas e multiplicou opções. Toni Martínez e Fábio Vieira destacaram-se e entram diretos às contas do treinador. Isto não significa, claro, que qualquer um dos dois vá ser titular. Mas até sábado essa era uma possibilidade que nem se colocava e agora sim. Até porque Sérgio Conceição, na conferência de Imprensa prévia, afirmou com clareza que o jogo com os açorianos podia ser importante para definir opções para o Chelsea. Fábio e Toni devem-no ter escutado bem. No caso do espanhol, que marcou o golo decisivo aos 90+5', Conceição "ganhou" uma alternativa direta a Taremi. Se pretender usar o esquema mais normal, aquele com que eliminou a Juventus, por exemplo, tem à disposição um avançado muito moralizado.

Já Fábio Vieira, que não era utilizado na equipa principal há quase dois meses, aproveitou o bom momento que trouxe do Europeu de sub-21 e capitalizou-o no FC Porto. É, por exemplo, solução para um meio-campo a três ou até para uma das alas, se o treinador preferir Otávio por dentro. Contas para alinhar entre hoje e amanhã, apesar de Díaz e Grujic continuarem a ser as mais fortes hipóteses para a titularidade. O segundo é, aliás, muito provável, porque foram raras as vezes que Conceição não alinhou com um claro duplo pivô no meio-campo e quando isso sucedeu (com o Boavista, por exemplo) as coisas não correram muito bem. Além disso, o sérvio tem respondido bem sempre que joga e está fresco: 26 minutos apenas na jornada de seleções, nenhum com o Santa Clara.