David Vinhas renova pelo FC Porto: "Pepe? Gostava de seguir a carreira dele"

David Vinhas renova pelo FC Porto: "Pepe? Gostava de seguir a carreira dele"

David Vinhas vai continuar a vestir de azul e branco, anunciou o FC Porto esta quinta-feira. O defesa-central, 19 anos, é uma das grandes promessas da formação do FC Porto e estava em fim de contrato. Renovou até 2026

Continuar no FC Porto: "Era algo que ambicionava há muito tempo, sempre foi o meu desejo e agora que se concretizou, estou muito feliz. Esta sempre foi a minha casa desde os 13 anos de idade e é um sentimento de muito orgulho, quero continuar aqui por muitos anos"

Ser capitão: "Seguindo os exemplos dos maiores capitães que já passaram neste clube, é uma responsabilidade muito grande e não me acarreta nada de especial, porque sempre tive o sentimento de líder dentro de mim. Influenciar os meus colegas de equipa é sempre bom e é muito bom ser capitão."

Jogador à Porto: "Um jogador que não desiste, que luta até ao fim, que dá tudo em todos os jogos e tem a mística do Dragão, da qual muita gente fala. Sinto-me assim."

As metas e Pepe: "Neste momento, o meu objetivo é ser campeão nacional, seria o culminar de uma formação fantástica que cumpri neste clube. Passando para o futebol profissional, claro que temos o exemplo do nosso capitão, o Pepe, e gostava de seguir a carreira dele que, se Deus quiser, vai durar muitos anos ainda."

A família: "Não tenho bem um ídolo, mas os meus pais sempre foram o meu suporte, a minha inspiração e eu, juntamente com eles, consegui coisas muito boas. Eles são a base da minha vida, a família é o mais importante."

Os sonhos: "Desejo alcançar títulos, como todos os jogadores querem, e no clube quero chegar à equipa principal, afirmar-me aqui, fazer muitos jogos e, se um dia pudesse jogar neste estádio e, oxalá, ser campeão nacional, seria um sonho realizado."

Dragão cheio: "É um sentimento indescritível. O sonho de qualquer pessoa que torce por este clube é entrar neste estádio e ter os adeptos a gritar o seu nome, seja num jogo de apresentação ou se marcar um golo. Acho que isso seria um sentimento que não conseguiria explicar."

Declarações à comunicação do FC Porto