Conselho de Arbitragem participa das declarações de Conceição, Pepe e Francisco J. Marques

Conselho de Arbitragem participa das declarações de Conceição, Pepe e Francisco J. Marques
Redação

Tópicos

Críticas à arbitragem de Fábio Veríssimo no Belenenses-FC Porto foram expostas ao Conselho de Disciplina.

O Conselho de Arbitragem (CA) da FPF fez uma participação ao Conselho de Disciplina (CD) contra Sérgio Conceição, Pepe e Francisco J. Marques. O CA enviou as declarações do treinador, do capitão e do diretor de Comunicação do FC Porto após o jogo do Estádio do Jamor, com o Belenenses. O órgão liderado por José Fontelas Gomes seguiu os trâmites normais nestes casos, uma vez que remete para a apreciação do Conselho de Disciplina todas as declarações deste género por parte de dirigentes, treinadores, jogadores ou outros agentes do futebol.

No flash-interview, Pepe considerou que ficou "um penálti claro" por assinalar no lance em que Nanú foi para o Hospital S. Francisco Xavier. "Se olharmos para os jogos dos nossos rivais, por muito menos marcaram-se penáltis. Não é por marcar cinco ou seis penáltis a favor do FC Porto que não se marca. O árbitro tem que ter racionalidade para marcar aquilo que é", defendeu o capitão do FC Porto.

Sérgio Conceição não percebeu como é que Fábio Veríssimo foi nomeado depois de "uma polémica incrível" com o cartão amarelo exibido a João Palhinha no Boavista-Sporting. "Dois jogadores, em três situações diferentes, mereciam ter visto o segundo cartão amarelo e sido expulsos. Um até roça o vermelho. É inacreditável como não o expulsa. É inexplicável, independentemente de termos de fazer golos. É revoltante, tenho os jogadores revoltados no balneário. Este penálti é penálti em todo o lado do mundo. É involuntário, mas alguém tem vontade de fazer penáltis? Hoje, fomos enganados. Fomos roubados", disse o treinador do FC Porto.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos dragões, escreveu nas redes sociais: "Um dia vão matar um jogador do FC Porto mas não vai acontecer nada, porque Fábio Veríssimo vai achar legítima defesa. E o que dizer do critério disciplinar? Nem todos são Palhinhas", criticou.