Conceição: "Foi preciso dar outros ingredientes para criar mossa. Fazer cócegas não chega"

Conceição: "Foi preciso dar outros ingredientes para criar mossa. Fazer cócegas não chega"

Declarações do treinador do FC Porto em reação, este domingo, à vitória expressiva ante o Moreirense (5-0), em jogo da sexta jornada da Liga Bwin, na qual é vice-líder à condição, agora com 14 pontos somados

Compromisso: "Chegou, apesar de ter falado de algumas coisas no intervalo com os jogadores. Só ter bola, de uma forma passiva, não é a minha forma de estar e pensar o futebol. Dentro da estrutura inicial, tínhamos jogadores capazes a nível técnico, mas é preciso dar ao jogo outros ingredientes para criar mossa no adversário. Fazer umas cócegas não chega. Tivemos mobilidade, bola, por vezes aceleramos quando era necessário, pisar corredores laterais, jogar por dentro também, recuperar bola atrás e acelerar. Foi um jogo bem conseguido, contra uma equipa que poderia criar problemas, como aconteceu em alguma saídas rápidas do Moreirense. Levamos o jogo para onde queríamos. Parabéns aos jogadores."

Competição: "Confio no grupo que tenho à disposição. Hoje, praticamente, jogaram os jogadores que não tinham tido tantos minutos e deram excelente resposta, o que é sinónimo de que trabalham bem diariamente. Temos um grupo competitivo, não só contra os adversários, mas também dentro do nosso balneário e trabalho. Cada um tem e dá para conseguir o seu lugar e cabe a mim escolher em função dos jogos e do estado físico deles, além da estratégia definida para enfrentar os adversários."

Dupla móvel de avançados: "Hoje era importante ter essa mobilidade, não dar referências a possível linha de cinco defesas do Moreirense, que não se confirmou. Era preciso dar outras nuances ao nosso jogo, em termos ofensivos, com gente capaz de dar ao jogo situações diferentes do que se tivéssemos dois avançados puros. Tinha dito que o Fábio Vieira era uma das opções para jogar unto do Taremi, assim como achei que tínhamos que ter o Vitinha, cujas características eram importantes para hoje. Olhamos para a consistência da equipa e cada jogador dará o seu melhor em cada uma das posições. Se for assim, vamos ser felizes. Tenho um grupo com qualidade."

Wendell no ponto: "Tem treino terça-feira. Se justificar, poderá jogar com o Gil Vicente. Há muita gente que pode jogar naquela posição, como o Zaidu, o Manafá e o João Mário. Depende do trabalho feito no Olival."