"Acusação do CD? É feita com base no testemunho de cinco pessoas do Sporting"

"Acusação do CD? É feita com base no testemunho de cinco pessoas do Sporting"

Declarações de Sérgio Conceição, em conferência de antevisão ao FC Porto-Estoril, último jogo na Liga Bwin do campeão nacional em 2021/22

Acusação do Conselho de Disciplina perturba a festa? "Estes episódios falaram-se mais do que da conquista do título, isso é que me incomoda. Tenho muita dificuldade em falar porque não estive presente pura e simplesmente, estive 10 segundos com o Rui. A zona entre os autocarros e o acesso à sala de imprensa fica a 15 metros do meu gabinete, fui ver o que se passava. Não há nem pode haver um polícia, um delegado da Liga ou uma imagem, nenhuma pessoa idónea que possa dizer que eu fiz isto ou aquilo ou o que é relatado na acusação. Não há. É a única coisa que posso dizer. A acusação é feita com base no testemunho de cinco pessoas ligadas ao Sporting".

Potenciar jogadores é uma qualidade que tem? "Se a qualidade não estiver lá é difícil mexer com ela. Equipa técnica é muito exigente no trabalho diário. Se no treino o jogador fizer o suficiente e basta, isso para nós não serve. Temos de apontar virtudes e defeitos, trabalhar no campo, ter toda essa crença de que podem fazer, de que podem chegar, de que o limite de hoje é diferente do de amanhã, tudo isso junto faz com que os jogadores subam de produção. Outros não conseguem. Temos conseguido elevar o nível da maior parte e tem muito a ver com o seu trabalho. A minha evolução tem a ver com os diferentes grupos que vou apanhando. Sou muito dedicado ao trabalho, as coisas têm corrido bem nesse sentido, temos conseguido juntar a valorização dos jogadores a títulos, que é importante, mas continuo com o meu trabalho. Não gosto de falar de mim, é muito mais para além de mim".

Recorde de pontos e 58 jogos sem derrotas: "Orgulho, prazer, os diferentes departamentos contribuíram para isso, há lá gente muito competente. Nos anos em que não fomos campeões passámos sempre a barreira dos 80 pontos, dar uma palavra aos rivais, Benfica e Sporting, foram muito fortes nesses anos. Os números e as vitórias são importantes, mas se me pergunta se preferia 79 pontos e ser campeão na mesma, preferia".