Cláusula de rescisão duplicou com o novo contrato de Diogo Costa

Cláusula de rescisão duplicou com o novo contrato de Diogo Costa
Bruno Filipe Monteiro/Francisco Sebe

Tópicos

Contrato até 2026 foi oficializado no sábado e contempla cláusula de rescisão no valor de 60 milhões.

A finalização do acordo ocorreu durante a semana e a oficialização surgiu ontem: o FC Porto anunciou a renovação do contrato de Diogo Costa, agora ligado ao clube até 2026. O novo vínculo prevê uma melhoria salarial para o guarda-redes e, segundo informações recolhidas por O JOGO, contempla uma cláusula de rescisão no valor de 60 milhões de euros (o dobro da anterior).

A prorrogação era considerada prioritária pela SAD e foi facilitada pela vontade de ambas as partes. Como o nosso jornal noticiou, o vencedor da Youth League de 2019 tranquilizou a estrutura portista ainda antes de representar Portugal na fase final do Europeu de Sub-21, assegurando que o objetivo pessoal passava por continuar ao serviço do emblema onde se formou.